O ensino da fé cristã na Península Ibérica
(séculos XIV, XV e XVI)

Buscar por

50 de 50 documento(s) encontrado(s)


Confesional del Tostado

O célebre Alfonso Fernández de Madrigal, o Tostado († 1455), escreveu um breve tratado como guia para a realização de uma confissão sacramental correta conhecido como Confesional.

Ver
Corte Imperial

A Corte Imperial é uma obra de r desconhecido, provavelmente clérigo ou monge (MARTINS, 1980, p

Ver
Evangelhos e Epístolas com sua exposição em romance

A ria da obra é objecto de discussão, sendo atribuída ou a Guilherme Parisiense ou, em alguns catálogos alemães, ao dominicano alemão Johannes Herold

Ver
Evangelios moralizados

Esta obra foi composta pelo frade dominicano Juan López de Salamanca (c. 1389-1479). Juan López foi Mestre de Teologia no Convento de São Estevão de Salamanca, predicador por terras castelhanas e defensor da ortodoxia cristã contra outras religiões ou contra movimentos reformistas.

Ver
Exhortación o información de buena y sana doctrina

A Exortação ou informação de boa e sã doutrina é um espelho de príncipes dedicado por Pedro de Chinchilla ao rei menino Afonso XII de Castela (1465-1468), que havia sido elevado ao trono por uma parte da nobreza do reino após a deposição em Ávila, em 5 de junho de 1465, de seu irmão, Enrique IV de Castela (1454-1474)

Ver
Flos Sanctorum

O Flos Sanctorum é um manuscrito fragmentário, de caráter hagiográfico, escrito em pergaminho, paleograficamente e linguisticamente datável da segunda metade do século XIV

Ver
Glosa del Pater Noster

A oração do Pai Nosso é objeto de comentário partindo de uma divisão da súplica em sete frases ou petiçiones associadas respectivamente aos sete dons do Espírito Santo: sapiência entendimento conselho força ciência piedade temor de Deus.

Ver
Historia de Alejandro Magno de Quinto Curcio

Junto a sua difusão na tradição clássica ao longo da Idade Média, a figura de Alexandre Magno era uma constante nas obras vernáculas

Ver
Horto do Esposo

O Horto do Esposo é um texto de r desconhecido, redigido na passagem do século XIV para o século XV, e integrável na tradição da prosa doutrinária portuguesa medieval.

Ver
Liber Synodalis

O Liber Synodalis é um texto de gênero literário-pastoral, escrito ou encomendado por Gonzalo de Alba, bispo de Salamanca, em 1410, e publicado no sínodo que ocorreu na catedral de Salamanca em 6 de abril de 1410

Ver